5 dicas para fazer o noivo participar da organização do casamento - Blog Casamento Único

5 dicas para fazer o noivo participar da organização do casamento

Por Joia Única em
5 dicas para fazer o noivo participar da organização do casamento

O casamento deve ser sempre um momento muito feliz para os noivos, certo? Mas uma coisa é certa: embora possa ser o período mais emocionante, é também o mais movimentado. Isso porque organizar um casamento não é nada fácil, ainda mais quando não se pode contar com a participação do noivo!

Como estamos em uma sociedade muito mais evoluída quanto a essa separação de coisa de mulher e coisa de homem, é importante que se entenda também que a organização do casamento não é só responsabilidade da mulher. Afinal, ela não vai casar sozinha, não é mesmo?

Embora cada casal funcione de um jeito, é imprescindível que a mulher cobre a participação do companheiro nesse momento. Afinal, ela pode ficar sobrecarregada tendo que resolver tudo e o momento se tornar mais uma obrigação do que a simbologia da união.

Por isso, selecionamos neste texto dicas necessárias de como fazer o noivo participar da organização do casamento. Confira!

Primeira dica: dialogue sobre o momento

Imagem de dois passarinhos em pia de água

O primeiro passo é bem simples e deve ser recorrente em qualquer etapa do relacionamento, ainda mais quando se tratar de tomar decisões: o diálogo.

Estamos presenciando tempos mudados em que muitos homens já entenderam suas responsabilidades domésticas, por exemplo. Outros também já estão mais abertos a questões de decoração e organização, até mesmo em casamentos. Então, se no seu caso for diferente, é com o diálogo que você deve começar.

Mostre ao noivo que o momento é importante justamente por se tratar da união de vocês, o que já exige a presença de ambos. Além disso, é um momento único e que merece total dedicação para ser emocionante desde as primeiras etapas. Explique que contar com a participação dele é o que vai deixar tudo do jeito de vocês.

Segunda dica: compartilhe as preocupações

Sempre há várias preocupações de problemas que possam surgir e inseguranças com relação ao dia em que o casamento irá ocorrer, certo? Compartilhar essas questões com o parceiro faz com que ele seja incluído e se sinta até mesmo com liberdade de compartilhar seus próprios sentimentos.

A partir disso, torna-se possível planejar possíveis soluções para as pendências. Poder contar com as ideias dos dois juntos é deixar as questões mais assertivas para o grande dia. Afinal, ninguém quer que, por falta de planejamento e organização, situações deem errado e acabem com o clima de alegria e celebração, não é?

Por isso, compartilhe com ele as preocupações, não carregue as frustrações sozinha por medo de preocupa-lo. Isso só vai afastá-lo e é o que você não quer.

Terceira dica: planeje a organização e as responsabilidades

Se o que você não quer é separar as funções e acabar afastando o parceiro que não está muito acostumado com a ideia, precisa saber organizar as responsabilidades. Como fazer isso? Planejando a organização juntos!

Para integrar o parceiro nas questões do casamento de forma agradável para todos, é necessário evitar que as tarefas sejam vistas apenas como uma obrigação. Ou seja, não ajuda se você planejar tudo sozinha e depois dizer a ele o que tem que ser feito. O mais aconselhável é que vocês planejem tudo em conjunto.

A organização de um casamento inclui muitas questões, como:

  • fornecedores;
  • contratos;
  • assessoria;
  • salão de beleza;
  • questões do local da festa;
  • se será religioso ou juiz de paz;
  • o buffet, etc.

Ao tocarem em cada uma dessas tarefas, vocês conseguem destinar cada uma delas a quem poderia fazer tal coisa melhor.

Por exemplo, normalmente os homens curtem escolher as bebidas e as músicas, mas pode ser que ele seja bom em negociar com pessoas também, o que lhe destina a tarefa de lidar com fornecedores e contratos. Juntos, vocês podem chegar a um consenso sobre cada tarefa, de modo que ambos se sintam confortáveis em resolvê-las.

Quarta dica: confie hoje, amanhã e depois

Imagem da palavra Trust escrito na areia da praia

O fato é que a confiança é um dos pilares da relação. Então, por que não seria também no momento em que o planejamento do casamento está a todo vapor?

No geral, um relacionamento precisa que você confie hoje, amanhã e depois. Mas como estamos falando do hoje (e talvez do amanhã?), a dica é: confiem nas escolhas um do outro. Parece óbvio? Mas não é. Isso porque, embora se amem e queiram organizar uma vida juntos, vocês são diferentes.

Isso por si só já gera discordância, o que é super normal, mas pode surtir insegurança quanto às escolhas do outro também. Pode não ser fácil, mas vai ser preciso que você, noiva, confie no seu companheiro para tomar suas decisões quanto às tarefas destinadas a ele, e vice-versa.

Por isso, voltamos ao início: dialoguem. Quando o diálogo acontece sempre que for necessário, a segurança um no outro aumenta, porque vocês passam a saber o que o cada um poderia curtir ou não.

Quinta dica: aproveitem cada momento

Muito mais importante do que o planejamento do grande dia é sentir o momento e aproveitá-lo da melhor forma possível. Apesar de a data marcada chegar recheada de afazeres e preocupações, é, sim, possível se divertir enquanto decidem qual penteado a noiva vai fazer, por exemplo.

Se forem escolher as músicas, aproveitem para dançar juntos e sentir o clima. Ao escolherem o convite, aproveitem para decidir a arte que combine com vocês. Quando forem escolher as fotos para compor alguma decoração, relembrem os momentos.

A dica é fazer com que as tarefas, muitas vezes, exigentes, não se tornem um peso para vocês, mas uma recordação emocionante no futuro. Além de deixar o clima de tensão mais leve e agradável, ainda será muito bem aproveitado quando vocês estiverem, por exemplo, vendo o álbum do casamento depois.

Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.