Casamento Civil X união estável - Blog Casamento Único

Casamento Civil X união estável

Por Joia Única em
Casamento Civil X união estável

Quando você encontra a sua cara-metade, nunca mais quer deixá-la. Na verdade, o desejo é ficar juntinhos para sempre. E aí vocês decidem que é hora de dividirem o mesmo teto. 

Tomada a decisão, surge uma dúvida: casamento ou união estável?

Os dois são bons. Entretanto, para te ajudar vamos explicar um pouco sobre a duas maneiras de união. 

Como surgiu o casamento?

Segundo livros que abordam a história do matrimônio, a celebração do casamento teve início na Antiga Roma. E durante vários séculos, a união era realizada para que os nomes e propriedades das famílias não desaparecessem. Os pais eram responsáveis por escolher os parceiros dos filhos e filhas. Isso ocorria principalmente entre famílias com posses. 

Mas esse modelo logo fracassou, dando lugar ao casamento por amor. Isso fez a felicidade de muitos casais apaixonados. Já as cerimônias continuaram praticamente iguais até os tempos atuais. 

Mais curiosidades:

  • No século XVI, o casamento tornou-se obrigatório;
  • Durante esse século, as noivas usavam flores como buquês. As flores representavam felicidade e a vida longa.  Na cabeça elas usavam uma coroa de espinhos para espantar os maus espíritos;
  • Eram usados dois buquês, sendo um para guardar e outro para jogar para as convidadas solteiras;
  • O véu fazia referência à deusa greco-romana Vesta, protetora do lar e que simbolizava a honestidade e a virgindade; 
  • No século XI, surgiu a aliança, simbolizando a união eterna. O anel era usado no terceiro dedo da mão esquerda, pois acreditavam que nele havia uma veia que ia direto ao coração;
  • A tradição de entregar presentes também surgiu na Idade Média. Porém era bem diferente do que é hoje. Envolvia pagamento de dote e moradia, além do presente do bispo responsável pela celebração;
  • As festas durante o casório sempre existiram, mas a tradição do bolo surgiu no século XVI;
  • Durante alguns séculos, não havia um vestido ou cor ideal para as noivas. Elas apenas usavam o melhor vestido e ele podia ser de qualquer cor. O branco só aparece no século XVII, quando a rainha Vitória da Inglaterra usou essa cor em seu casamento. Ela também foi responsável por iniciar o casamento por amor;
  • O arroz jogado na saída da cerimônia é para desejar uma família numerosa.

Números de casamentos no Brasil

Entre 2018 e 2019, o número de casamentos caíram no Brasil. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), em 2019 foram registrados 1.024.676 uniões civis, o que representa uma redução de 2,7% em relação ao ano anterior. Desse total, 9.056 ocorreram entre pessoas do mesmo sexo. 

Mesmo com a queda, o casamento tem sido a opção de vários brasileiros quando o assunto é eternizar o amor. Dados do IBGE mostram que para cada mil habitantes em idade de casar, 6,2 pessoas se uniram por meio do casamento legal em 2019.

O que é União Estável?

Para um relacionamento ser considerado união estável, basta o casal comprovar que tem uma relação contínua e duradoura com o objetivo de formar uma família. Porém, eles não precisam obrigatoriamente morar na mesma casa ou ter filhos, nem ter mais de dois anos de convívio.

Segundo o Código Civil de 2002, não há um tempo mínimo de convivência entre o casal determinado para ser requerida a União Estável. A situação é considerada um direito garantido aos cidadãos, independentemente da orientação sexual. 

Há duas maneiras de obter a união sem precisar casar. Pode ser por meio de escritura pública, denominada declaração de União Estável, ou por meio de contrato particular, chamado de contrato de união estável.

Esse tipo de relação vem crescendo no Brasil. De acordo com o IBGE, as uniões estáveis já superam a marca de 36,4% do total dos tipos de relacionamentos.

Consolide a sua união com uma aliança

Independentemente da relação que você e o seu amor resolvam assumir, consolide a sua união com uma linda aliança. O importante é demonstrar a sua felicidade, tornando-a ainda mais especial. 

Com muitos significados, a aliança não é apenas um anel. Ela simboliza a união, uma promessa de amor eterno, comprometimento, devoção e lealdade. Viu quantos significados tem uma aliança? É o amor materializado em um objeto singelo. 

Atualmente, as alianças podem ser feitas de ouro ou prata, porém há alguns séculos poderiam ser de outros materiais, como tecido ou couro. 

Os egípcios já usavam

A tradição de usar aliança como símbolo de união é mais antiga do que se imagina. Só para ter uma ideia, os egípcios já as utilizavam. Foram esses povos que passaram a usar o anel no quarto dedo da mão esquerda, acreditando que no anelar havia aquela veia que se ligava ao coração. 

Algum tempo depois, outras civilizações passaram a utilizar as alianças, como os romanos e os gregos. 

Mesmo em diferentes culturas, a aliança continua sendo usada na mão esquerda e no quarto dedo. Para a igreja católica, isso representa a aproximação do compromisso definitivo. Usada na mão esquerda, ela fica mais próxima do coração.

Já na tradição chinesa a aliança é usada no quarto dedo porque é impossível separar uma mão da outra quando estão ligadas pelo quarto dedo, significando a união do casal. 

Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.