Porque o número de casamentos aumentou durante a pandemia. - Blog Casamento Único

Porque o número de casamentos aumentou durante a pandemia.

Por Joia Única em
Porque o número de casamentos aumentou durante a pandemia.

Nem mesmo a pandemia atrapalhou os sonhos de milhares de casais que queriam declarar amor eterno à sua cara metade.

Claro que foram necessárias muitas adaptações para a realização da cerimônia, mas o brilho e o encantamento não foram perdidos.

O importante é celebrar a união! 

Nos primeiros meses de 2020, quando a pandemia ainda estava no início, muitas celebrações precisaram ser canceladas já que pouco se sabia sobre a doença.

A Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC Nacional) divulgou que após queda abrupta no primeiro semestre de 2020, o número de casamentos no Brasil começou a dar sinais de recuperação no mês de setembro.

A alta foi de 143% em relação a abril, período mais crítico do isolamento social no país por causa da crise sanitária.

A tendência de recuperação começou em maio, quando foram celebrados 35.711 casamentos no país, 40,6% a mais que o registrado em abril.

Confira: 7 Aplicativos para planejar um casamento

Em relação ao mesmo período de 2019, o número foi menor, mas bem maior do que os primeiros meses de 2020. Já no mês de junho, o índice foi 10,5% a mais de celebrações comparado a maio, com 39.460 registros. Quando analisamos o mês de julho, percebemos que os casamentos saltaram para 51.167. Isso é um aumento de 29,7% com relação ao mês anterior. Apesar do crescimento dos últimos três meses, agosto apresenta uma ligeira queda, com a celebração de 48.863 casórios. Mas foi em setembro que os resultados voltaram a crescer com 61.799 casamentos, recorde do índice. 

O CRC também divulgou os estados que mais realizaram a cerimônia matrimonial durante o ano de 2020, se comparados com dados de setembro e abril de 2020. A Paraíba aparece com maior crescimento: foram 1.001 celebrações, frente a 75 realizadas no quarto mês do ano – um aumento de 1.234,7%. O ranking é seguido por:

  • Piauí (1.156,7%);
  • Amazonas (1.115,2%);
  • Amapá (863,6%). 

Mas ao avaliar os números totais de celebrações durante os anos de 2019 e 2020, no período de janeiro a setembro, constata-se que Tocantins e Amazonas foram os únicos estados a registrar aumento nos casamentos. Com isso, as regiões apresentaram crescimentos de 24,1% e 3,8%, respectivamente. 

Criatividade na hora do sim

Imagem de casal vestido para casar ao lado de bicicleta

Para realizarem o sonho, muitos casais buscaram na criatividade a melhor saída para, enfim, selar a união.

Além disso, cartórios e igrejas cercaram-se de todos os cuidados para que as cerimônias pudessem ser realizadas com muita segurança. Assim, noivos e convidados podiam se sentir seguros durante a tão esperada celebração oficial de uma vida a dois.

Falando em criatividade, confira: Welcome Box: uma das principais tendências para casamentos em 2021

Entre as medidas sanitárias adotadas estão:

  • Espaçamento entre as cerimônias ao longo do dia; 
  • Número mínimo de convidados nas igrejas;
  • Nos cartórios foi determinada apenas a entrada do casal e de duas testemunhas, sem presença de convidados; 
  • Uso obrigatório de máscaras por todos os presentes no local; 
  • Álcool em gel e pias para lavagem de mãos; 
  • Uso de canetas próprias para a assinatura do registro de casamento; 
  • Distância mínima de um metro entre os envolvidos na celebração.

Junto com as medidas de segurança sanitária, a criatividade possibilitou oficializar milhares de uniões. Teve de tudo, como casamentos em sistema de “drive-thru”, o mais adotado por todo o País.

O método proporcionou a realização do matrimônio com a mínima interação física, sem necessidade de que o casal saísse do veículo. 

Houve também a celebração virtual, realizada em alguns estados. Por meio da videoconferência a celebração era realizada sem a presença dos noivos no Cartório. Esse novo modelo de cerimônia ocorreu em: Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

Muitos casais extrapolam o limite da criatividade em todo o mundo. Foi o que fez um casal português que, para não perder a data oficial do casório, decidiu trocar as alianças sozinhos na própria casa. Eles usaram os trajes já alugados para a festa e fizeram as fotos para registrar o momento e enviar aos amigos e parentes. Porém, não se engane, a festa e a celebração oficial ainda estão de pé, até porque tudo já estava pago. Porém, ainda não há uma data prevista. 

Já em Nova York, um casal resolveu selar a união no meio da rua do bairro onde os dois pombinhos moram. Eles não convidaram ninguém oficialmente, mas vizinhos e amigos puderam acompanhar a celebração sem saírem de seus apartamentos. Os motoristas que passavam pelo local também puderam testemunhar esse momento único. Só em Nova York mesmo, né?

União estável 

Além das celebrações dos casamentos civis, também foi constatado um aumento de quase 30% da união estável no Brasil. Muitos casais optaram pela união durante a pandemia para poder oferecer uma segurança ao parceiro ou parceira, garantindo o acesso ao plano de saúde, por exemplo. 

O importante mesmo é que casais não se deixaram abater com a crise gerada pela pandemia e com muita criatividade trocaram alianças e juras de amor. 

Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.